.





" Você esta aqui para possibilitar que o propósito divino do universo se revele.

Veja como você é importante! "

Eckhart Tolle


Arrisque... o risco é a unica maneira de você saber se está "realmente" Vivo!!!

Zoia Petrow








.

Liberdade de Ser...




Foto Manuel Lücht Imagem Zoia Petrow - eleven rockart - all rights reserved
Música Mike Oldfield _ To be free
A essência da Liberdade

A criatividade é a maior forma de rebeldia da existência. Se deseja criar, você tem que se livrar de todos os condicionamentos; do contrario, sua criatividade não passará de mera imitação, será apenas uma simples cópia de algo. Você consegue ser criativo somente como indivíduo, você não pode ser criativo como parte da psicologia das massas. A mentalidade coletiva não tem criatividade; seus membros levam uma vida enfadonha; eles não conhecem realmente a dança, a melodia, a alegria; são seres mecânicos... tecnológicos.

A pessoa que pretenda ser criativa não pode seguir o mesmo caminho dos outros, uma sena excessivamente trilhada e batida. Ela tem que descobrir seu próprio caminho, tem que pesquisar nas selvas da vida. Ela tem que caminhar só; tem que ser um não conformista com os valores da psicologia das massas, da mentalidade coletiva. Esta é o tipo mais vil das mentalidades do mundo - mesmo as dos chamados idiotas são superiores à da idiotice coletiva. Mas o senso de coletividade tem suas recompensas; ele ajuda a respeitar, a honrar as pessoas quando elas insistem que o caminho da mentalidade coletiva é o único e correto caminho.

Foi por mera e simples necessidade que, no passado, os criadores de todos os tipos -- pintores, dançarinos, músicos, poetas, escultores -- tiveram que renunciar a respeitabilidade. Eles tiveram que levar uma espécie de vida de boêmio, de vagabundo: era a única possibilidade que tinham de serem criativos. As coisas não precisam ser assim... se você me entende, se sente o que estou dizendo como verdadeiro, então todos nós devemos viver individualmente, sem levarmos uma vida de extra-vagâncias. Esse tipo de vida é o subproduto de uma vida fixa, ortodoxa, convencional, retrograda.

Meus esforços são para destruir a mentalidade coletiva e tornar livre todas as pessoas, para que sejam eles ou elas mesmas. Assim, acabam-se os problemas; então, você pode viver como quiser. Aliás, a humanidade somente nascerá, de fato, no dia em que cada pessoa for respeitada em sua rebeldia. A humanidade ainda não nasceu; ainda esta no útero. Aquilo que você vê como humanidade é apenas uma ilusão, uma espécie de truque para desviar-nos a atenção do que é real. A menos que demos liberdade a todas as pessoas, liberdade absoluta para que cada uma delas seja ela mesma, para que possa viver a seu próprio modo... E, logicamente, ela não pode interferir na vida de ninguém -- isso faz parte da liberdade. Ninguém deve tolher a liberdade de outra pessoa.

Mas... todo mundo mete o nariz nos assuntos dos outros -- até mesmo em coisas absolutamente pessoais, sem nenhuma relação com a sociedade. por exemplo, uma pessoa se apaixona por outra pessoa; o que isso tem a ver com a sociedade... com sua vida...  é com a sua vida (você compõe esta sociedade, lembra?) que me lê agora? É um fenômeno puramente pessoal e não um produto exposto em feira-livre, para que todos o examinem e avaliem. Quando duas pessoas concordam em viver em comunhão amorosa, a sociedade não deve se intrometer nisso. Mas... a sociedade se intromete no assunto com toda a sua parafernalia de forma direta ou muitas vezes indireta, camuflada. E o policial que se posta entre os amantes... e o magistrado entre os amantes... o amigo com seus conselhos desnecessários na vivência única e individual de outrem. E quando tudo isso não basta para vasculhar o relacionamento... a vida pessoal de outrem... as sociedades criam um superpolicial, um deus para tomar conta e ditar regras.

Essa idéia de deus é como a de um bisbilhoteiro que não respeita sua privacidade nem mesmo no banheiro, que não pára de espiar através do buraco da fechadura... e hoje on line nas redes virtuais de relacionamentos, nas ferramentas de pesquisas observa e especula o que você esta fazendo.

Isso é horrível! 

"Todas" as religiões e até muitos intitulados "nova era" usam da afirmação de que deus o observa constantemente -- isso é... 

Feio! 

Abominável! 

Que Deus é esse? 

Será que ele não tem nada melhor para fazer que não seja observar, controlar e perseguir as pessoas pelo mundo ?  

Esse Deus mais parece um inquisidor ... um senhor de escravos... um algoz ... um detetive absoluto!

A humanidade carece de uma nova terra -- uma terra de liberdade, e não de libertinagem como ainda se vive. Este modo de vida "extra-vagante" foi uma reação, uma reação infelizmente necessária, mas se minha visão prevalecer... não haverá "extra-vagância", pois não haverá mais o que se chama de mentalidade coletiva tentando dominar as pessoas. Então todos ficarão à vontade consigo mesmos. Obviamente, você não pode se intrometer nos assuntos de ninguém --- e, no que diz respeito à sua vida, você deve, você pode e  você merece vivê-la como quiser.

Com isso, haverá somente criatividade. A criatividade é a essência da Liberdade.


Texto Rajneesh Chandra Mohan Jain_Osho falando sobre criatividade e liberdade -
Adaptação e imagens_ ElevenRockart











.

Ágape

©2010 elevenrockart - praia do Mutá-BA - junho 2010 
Foto Manuel Lücht Imagem Zoia Petrow - all rights reserved







Filhos do Sol


O Amor nos dá coragem para corrermos 
todos os riscos de realizarmos

Ágape!!!


Zoia Petrow

Luz

Foto Manuel Lücht & Art Zoia Petrow_Ilhabela-SP_april2009



"Não existe matéria, tudo é energia!"  
Albert Einstein


HAJA LUZ

Let there be Light!

Mike Oldfield



realizando maravilhas


(...) ἐμοὶ δὲ θαυμάσαι
θεῶν τελεσάντων οὐδέν ποτε φαίνεται
ἔμμεν ἄπιστον. 
Píndaro, P.

video







Caminho Integral - IV -


Cada afastamento do Tao contamina o espírito da pessoa.
A raiva é um afastamento, assim como também o são a resistência e a absorção em si mesmo.
Em muitos momentos da vida o peso das contaminações pode se tornar grande.
Há apenas uma maneira de a pessoa se despojar dessas contaminações: praticar a virtude.
O que isso quer dizer?

Praticar a virtude é desinteressadamente dar assistência aos outros, oferecendo sem limitações o próprio tempo, as habilidades e posses, quando e onde eles sejam necessários, sem prejuízo da identidade dos que estão precisando de ajuda.

Se sua predisposição a dispensar bençãos é limitada, assim também é sua capacidade para recebê-las.

Esta é a ação sutil do Tao.

Caminho Integral - III -



Aqueles que querem incorporar o Tao devem abraçar todas as coisas.
Abraçar as coisas significa, primeiro, que não se deve guardar raiva ou resistir a qualquer idéia ou coisa, viva ou morta, tenha ela forma ou não.

A aceitação é a verdadeira essência do Tao.

Abraçar todas as coisas significa também despojar-se de qualquer conceito de separação: homem e mulher, eu e o outro, vida e morte.

A divisão é contrária à natureza do Tao.

Ao renunciar ao antagonismo e à separação, a pessoa entra na unidade harmoniosa de todas as coisas.




.

Cristo Cósmico em mim reverência Cristo Cósmico em Ti.

Foto Manuel Lücht
Imagem e Arte Zoia Petrow
©2009-2011 copyright ElevenRockart